-------------------------------Todos os comentários serão moderados pelos administradores do blog, a fim de se evitarem comentários sem conteúdo pertinente de discussão------------------------------------

domingo, 31 de maio de 2015

(Futsal) Sp. Braga-0 Sporting-1 "a final já está!"

Marcelinho fez o único golo da partida em Braga

O Sporting apurou-se para a final da Liga de Futsal ao venceu em Braga por 0-1, já no encontro inaugural das meias-finais (disputadas à melhor de três) os leões tinham vencido o Sporting de Braga, por 2-1 e hoje a impor-se pela margem mínima, graças ao golo solitário marcado por Marcelinho.

Os rivais lisboetas vão disputar o título português de futsal, numa final que será disputada à melhor de cinco partidas.

quarta-feira, 27 de maio de 2015

Comunicado sobre o evento "Jamor em Alvalade"

1 - Como é do conhecimento geral, decidiu o Sporting Clube de Portugal proporcionar aos seus Sócios e adeptos que não pudessem estar presentes no Jamor para a final da Taça de Portugal, a oportunidade de participarem numa grande festa no Estádio José Alvalade a que chamou “Jamor em Alvalade”.

2 – Desde o primeiro momento, o Sporting comunicou aos seus Sócios e adeptos que o ingresso na referida festa estaria dependente da aquisição de donativos que serviriam para cobrir as despesas resultantes da abertura das portas do Estádio e funcionariam, no remanescente, para concluir a Missão Pavilhão.

3 – Sempre pautámos a nossa gestão pelo rigor e pela verdade, a toda a hora na defesa dos interesses do Sporting Clube de Portugal e será assim que continuaremos a actuar.

4 - Infelizmente, a adesão a esta iniciativa foi diminuta e não permite a manutenção do plano inicial que envolvia custos significativos com a produção de uma festa que iniciaríamos às 11 horas.

5 – Desta forma, o Sporting Clube de Portugal comunica aos seus Sócios e adeptos que:

A festa “Jamor em Alvalade” prevista para se iniciar a partir das 11 horas e se prolongar até à hora do início da Final da Taça sofre alterações no programa.

O Estádio José Alvalade abrirá as suas portas a partir das 16 horas para que, de forma gratuita, os Sócios e adeptos que não conseguiram bilhete para o jogo da Final da Taça possam assistir à partida nos dois écrans gigantes do Estádio e aguardar, conforme todos desejamos, a entrada de equipa após o triunfo no jogo.

A lealdade e espírito de participação dos Sócios e adeptos que tinham feito donativos para a Missão Pavilhão no âmbito da iniciativa “Jamor em Alvalade” será recompensada. Todos os que tinham adquirido entradas para esta festa poderão contactar o Sporting (servico.socio@sporting.pt) para receberem a devolução dos donativos que tinham feito, ou optarem por no Domingo, 31 de Maio, terem acesso a zonas privilegiadas onde, em caso de vitória, poderão festejar em conjunto com a equipa.

segunda-feira, 25 de maio de 2015

Programa para a Final da Taça de Portugal

Terça-feira, 26 de maio

– Treino Sporting no Jamor (17 horas)

Sábado, 30 de maio

– Treino SC Braga, no Jamor (10.30 horas)
- Conferência Sérgio Conceição (12.30 horas)
- Conferência Marco Silva (17.30 horas)
- Treino Sporting, no Jamor (18.30 horas)
- Conferência jogadores ou capitães das duas equipas + árbitros designados para o encontro (18.45 horas)

Dia do jogo: Domingo, 31 de maio

- Abertura de portas: 14.30 horas
- Início do jogo: 17 horas

Sp. Braga B-2 Sporting B-3 "terminar em beleza!"

Rúbio desde Janeiro fez 14 golos na Segunda Liga

O Sporting B foi a Braga vencer por 2-3 o Sp. Braga B com golos de Diego Rúbio (14º golo da temporada), Fábio Martins e Luís Elói.
Assim sendo o Sporting B acabou a segunda Liga em 5º lugar a três pontos do primeiro classificado, o Tondela, batendo o recorde de pontos feito por uma equipa B em Portugal, ao somar mais um do que os 77 pontos alcançados pelo porto B na última temporada.
De realçar o excelente trabalho de João de Deus que desde que pegou na equipa B, encetou uma recuperação digna de registo.

assim ficou a classificação dos 10 primeiros

domingo, 24 de maio de 2015

(Hóquei) Talvez a final da Taça de Portugal mais vergonhosa da história do hóquei

O benfica fortemente ajudado por uma equipa de arbitragem de gatunos, venceu este domingo o Sporting, por 3-0, e conquistou a Taça de Portugal de hóquei em patins numa final disputada em Vila Franca de Xira.


É uma vergonha como há elementos que deveríam ser isentos e imparciais, demostram completamente como é ser vigarista e tendencioso, falamos tanto da equipa de árbitros nomeada para esta final, assim como falamos dos comentadores da "A Bola TV" que prestam vassalagem de forma vergonhosa ao clube da Luz, tentando branquear inúmeras situações de jogo no mínimo bizarras.


A direcção do Sporting e os próprios adeptos têm o dever de por cobro a estas situações, já que neste país se pula de roubo em roubo até á conquista final.


De aplaudir a entrega dos jogadores Leoninos que se foram apercebendo durante o jogo que lutavam contra duas equipas, e para o seu abandono do recinto de jogo no final do mesmo, mostrando assim a revolta que lhes ía na alma.

(andebol) fc porto-34 Sporting-32 "Orgulhosamente Leões"

O fc porto venceu o campeonato de andebol, ao vencer em casa o Sporting por 34-32, após dois prolongamentos, no quinto jogo da final, no Dragão Caixa.

A formação ‘azul e branca’ chegou ao intervalo a vencer por 15-12, mas o Sporting recuperou e igualou a 25 no final do tempo regulamentar, forçando um primeiro prolongamento, que nada resolveu (30-30).

De realçar a grande entrega dos jogadores leoninos que tiveram na mão a conquista do título mas deixaram-na fugir perante um fortíssimo opositor.

Orgulhosamente Leões!

sábado, 23 de maio de 2015

Rio Ave-0 Sporting-1 "Nani furou o muro em Vila do Conde"

O Sporting venceu na última jornada em Vila do Conde com um golo de Nani aos 4 minutos da segunda parte, e tantos outros ficaram por marcar, ora por remates deficientes, ora por grandes defesas do guardião dos vilacondenses.

Uma exibição bastante positiva levou os leões a um triunfo justo e só não foi mais expressiva devido á grande exibição de Ederson.

(futsal - Juniores) Sporting-4 benfica-2 "Sporting campeão nacional!"


(Hóquei - Taça de Portugal / meias-finais) Sporting-4 Oliveirense-1

O Sporting continua a grande época no hóquei, desta vez venceu nas meias-finais da Taça de Portugal a Oliveirense por 4-1 (1-1 ao intervalo) em Vila Franca de Xira.

Os golos foram marcados por André Moreira (2),  André Pimenta e Ricardo Figueira. Gonçalves Alves marcou para a Oliveirense. Amanhã domingo, a final da taça será jogada contra o benfica.

(futsal) Sporting-2 Sp. Braga-1 "falhar de baliza aberta e acabar aflito"

O Sporting venceu o Sp. Braga por 2-1 em Odivelas no 1º jogo das meias-finais do campeonato nacional.
Num jogo quase na totalidade de sentido único, o resultado peca por escasso e por culpa própria, o Sporting ao falhar golos de baliza aberta, fez com que o Braga ao reduzir para 2-1 acreditasse que era possível discutir o jogo, o que veio a acontecer nos minutos finais mas sem que os bracarenses conseguíssem desfeitear o guardião leonino pela segunda vez.

sexta-feira, 22 de maio de 2015

Empréstimo obrigacionista da SAD (comunicado)




COMUNICADO de BRUNO DE CARVALHO no seu facebook


"Hoje foram divulgados os resultados do empréstimo obrigacionista da Sporting SAD que teve a maior taxa de procura de sempre, tendo em conta as operações anteriores similares realizadas por esta entidade.

É um momento de regozijo e orgulho que quero partilhar, agradecendo a todas as empresas intervenientes nesta operação, a toda a administração da SAD, à Direcção do Clube e a todos os sportinguistas e investidores que subscreveram estas obrigações.

Esta é uma nova demonstração da solidez e maturidade deste novo projecto do Sporting CP e da sua gestão.

Após um período negro da nossa história, onde a insolvência e falência do Clube eram notícias diárias, estando nós a viver em Portugal um período de perturbação económica e social, verificar esta adesão dá-nos uma responsabilidade adicional e um reforçar do orgulho de podermos continuar a servir o Sporting Clube de Portugal.

São estes passos gigantescos na direcção de um presente e de um futuro mais fortes e sólidos que demonstram a todos os que quiserem ver, que o rumo traçado, o caminho percorrido, as difíceis metas financeiras e organizacionais a que nos tínhamos auto proposto foram cumpridas e os sportinguistas têm sido o verdadeiro segredo deste sucesso.

Vamos continuar a querer fazer sempre mais e melhor, a servir de alma e coração este Clube que amamos e a trilhar um caminho onde a conquista e a Glória sejam a mentalidade reinante!

Convençam-se de vez que, por muito que exista quem queira retirar o foco a esta Direcção do que tem de ser feito, fica mais uma vez provado que a altura em que o Sporting Clube de Portugal se deixava desestabilizar acabou!

Mais uma vez obrigado a todos e, sabendo que ainda temos todos de percorrer um longo caminho, não posso deixar de dizer que tem sido uma missão muito difícil onde o prazer tem sido o voltar a ver o orgulho leonino em alta!

Só vale a pena todos juntos porque o Sporting Clube de Portugal somos todos nós!"

quarta-feira, 20 de maio de 2015

(andebol) Sporting-25 porto-24 (após prolongamento) "venha lá a negra que nós estamos na luta!"

O Sporting venceu o porto por 25-24 (11-12 ao intervalo) no quarto jogo da final do campeonato nacional em andebol, disputado em Odivelas num pavilhão completamente cheio, empatando assim em jogos 2-2 e forçando a "negra" no Dragão Caixa.

As duas melhores equipas portuguesas disputaram um jogo bastante equilibrado, espelhado na igualdade a 22 golos no final do tempo regulamentar, mas no prolongamento o Sporting soube aproveitar melhor a posse de bola e acabou por vencer por um golo.

O quinto e decisivo jogo da final disputa-se no próximo sábado, a partir das 18 horas, no Dragão Caixa.

"Vocês sabem do que eu estou a falar " Take 1

Nada mais simples, peguem em 30 milhões de euros e...paguem!

e pensam em Cristiano Ronaldo para suceder Nani

será o sócio 126.456

afinal o Sporting é um clube que também deixa saudades...

Momentos de Comédia - Take #1


E porque na vida também temos que saber rir e dar umas boas gargalhadas, iniciamos hoje aqui uma rubrica de humor denominada "Momentos de Comédia".

Tentaremos deixar aqui as melhores pérolas com que a nossa imprensa desportiva nos brinda diariamente.

E para começar, nada melhor do que esta notícia (?!?) que o jornal "A Burla" nos trouxe hoje e que tão bem dispostos nos conseguiu deixar logo pela manhã.

É de momentos de boa disposição como estes que o nosso país precisa, para ver se deixamos de lado o pessimismo e negativismo que tanto nos caracteriza.


terça-feira, 19 de maio de 2015

A actualidade financeira do Sporting

E porque o futebol não é só jogado dentro das quatro linhas (não, desta vez não estou a falar do famoso "colinho de carnide"...), chamo a vossa atenção para esta entrevista dada hoje ao Diário de Notícias por Carlos Vieira, Vice Presidente do Sporting e Administrador da Área Financeira da SAD.

São abordados alguns dos temas fortes da actualidade financeira do Clube, como sejam o Empréstimo Obrigacionista que está em fase de subscrição, a questão do próximo patrocinador das camisolas, o eventual naming do Estádio José Alvalade e da Academia e até os possíveis investidores para a SAD.

A área financeira do Sporting, que tantas vezes foi descurada ao longo dos anos, parece-me que está bem entregue e a ser gerida com a discrição e tranquilidade necessárias para uma área tão importante na vida do Clube.


 
Dos 30 milhões de euros das obrigações, 20 são para pagar anterior empréstimo. E os restantes 10 milhões?

Os 20 milhões deviam ter sido usados para pagar o último empréstimo obrigacionista, mas não foi o momento adequado. Ainda não tínhamos os capitais próprios positivos [passivo superior ao ativo]. Os restantes 10 milhões resultam da reestruturação. Vão servir para pagar dívidas anteriores, para converter passivo de curto prazo em passivo a longo prazo e para fundo de maneio. Não serão para comprar jogadores.

A taxa de juro destas obrigações é a mais baixa de sempre. Mas não devia ser mais reduzida, dado que é bastante superior, por exemplo, a emissões feitas pela REN e por Portugal nos mercados?

A Sporting SAD é uma sociedade que tem apresentado capitais próprios negativos e prejuízos sistemáticos. Isto tem um historial relevante para o mercado. Estas emissões são um mercado interessante. A REN, por exemplo, pode ter um endividamento elevado, mas tem ratings de qualidade. Falta-nos esse histórico.

Mas há sempre um risco. Mais elevado do que noutras empresas. Porque os investidores devem escolher as obrigações do Sporting?

Claro que há um risco. O investidor aposta com históricos. Sei de gente que investe, sempre que pode, nos produtos das SAD dos três grandes para distribuir o risco. Nunca houve uma implosão nestes processos. As SAD portuguesas têm cumprido.

Isto não afasta o interesse de investidores institucionais? Não está mais focado no adepto?

Não. A informação não é pública, mas os primeiros dias revelam que há interesse de investidores institucionais. O mercado tem apetite por taxas de juro elevadas, devido à descida das mesmas, que tem levado à falta de procura. A última operação no mercado de obrigações foi da SAD do FC Porto [junho de 2014].

É aliciante repetir esta operação?

Graças ao acordo de reestruturação, a taxa de juro média dos empréstimos do Sporting é muito mais baixa do que as dos outros grandes. A razão para irmos ao mercado é porque precisamos de estar lá. É importante sermos escrutinados. O nível de exigência da Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM) foi muito superior ao habitual, porque temos pouco capital disperso em bolsa (free float).

Está por realizar o aumento de capital de 18 milhões de euros, que prevê a entrada de novos acionistas. O Novo Banco vai entrar no capital da SAD?

Não, não vai entrar. Há adiantamentos feitos pela banca e há a expectativa de entrada de investidores para ajudar a resolver a situação da dívida.

A promessa de novos investidores foi feita em campanha eleitoral. Quem assume os 18 milhões de euros até à entrada efetiva no capital da SAD?

Esta etapa faz parte do processo de reestruturação. Um novo investidor terá de entrar sempre com um euro por ação no capital, o dobro da cotação atual [49 cêntimos]. As necessidades de financiamento têm sido cobertas com a perspetiva de haver um novo investidor. Não há dificuldades financeiras por estes 18 milhões não terem sido supridos até agora.

Esse investidor está encontrado?

Há várias entidades que estão interessadas em entrar com os 18 milhões de euros.

E já há acordo?

Não posso mencionar isso. Até há procura por um valor superior a esse. Procuramos uma perspetiva global em termos de investidores, geografia e participação em algo mais do que a mera entrada em capital. Ou seja, se conseguir um investidor estrangeiro interessado em participar na gestão e que possa abrir mercados internacionais. Se fizermos uma aposta num parceiro que nos faça aumentar as receitas, melhor. Não procuramos quem queira investir apenas um milhão.

Quando serão anunciados os investidores?

Não é urgente. O que importa é ver as coisas com calma, sobretudo numa altura complexa, em que procuramos novos patrocinadores. Se for em junho ou julho, excelente. Também poderá ser no final do ano.

Quando é que os sportinguistas podem esperar que haja distribuição de dividendos?

A SAD tem resultados transitados negativos. Não pode distribuir dividendos. O Sporting só tem capital próprio positivo por causa dos Valores Mobiliários Obrigatoriamente Convertíveis (VMOC), que não contam para o cálculo.

Isso quer dizer, até 2025 [quando vencem as VMOC], dificilmente irão pagar dividendos?

Posso ter um resultado líquido positivo e resolver esta situação. Se tiver um lucro de 100 milhões, com transferências, posso usar parte para abater dívida ou investir em jogadores. Não posso adiantar mais nada a não ser que queremos ser a primeira SAD a pagar dividendos.

Sete milhões de euros é um valor justo para um eventual naming do Estádio? Está a ser negociado em conjunto com o naming da Academia?

Os estatutos do Sporting não permitem a alienação do nome do Estádio. O naming está a ser visto juntamente com o patrocínio das camisolas e o nome da Academia. Há entidades que estão dispostas a controlar tudo e há empresas especificamente para o estádio, embora não tenha aparecido nada de especial. Dificilmente se encontra uma empresa com dinheiro que se veja só para patrocinar a camisola. Uma empresa nacional não tem.

Está a dizer que o próximo patrocinador da camisola do Sporting não será português?

Sim. Não têm dinheiro para investir nos três grandes. O que nos é transmitido é que ou investe em todos ou não investe em ninguém.

Mas são os tais sete milhões?

Isso tem de ser visto de forma interligada.

É como um "pacotão"? Quem ficar com o estádio, fica com a academia e as camisolas?

Se chegar um investidor com 20 milhões de euros, temos de negociar. Se o Sporting chegar à fase de grupos da Champions, para uma marca internacional que exporte, vale mais do que se estiver apenas nas competições nacionais.

O Sporting está em risco de disputar o play-off da Liga dos Campeões sem patrocinador?

Não. Há a possibilidade de jogar com o patrocinador só para o play-off. Depois, veremos se continua.

Esse patrocinador para estes dois jogos já está assegurado?
Não é difícil arranjar um patrocinador só para dois jogos, mesmo português. Se o patrocínio custa 3,25 milhões de euros e faço 30 jogos no campeonato, cada camisola vale cerca de 100 mil euros, em média. O ideal é definir os sponsors com um ano de antecedência. No limite, se quiser vender camisolas evento a evento, é vendida três vezes acima do valor normal. Podemos mudar de patrocinador todos os jogos. No limite, pode render mais dinheiro. A área comercial está pronta para trabalhar em qualquer cenário.

O naming pode ser votado na assembleia geral em junho?

Não. O campeonato começa em agosto. Isto vai até "às últimas". Estamos sempre à espera de uma melhor proposta.

Há conversações para a Guiné Equatorial ser patrocinadora do Sporting?

Abrimos lá uma academia e há uma relação interessante com eles. Se me disser que há uma empresa desse país interessada em patrocinar o Sporting, isso é possível.

E o governo?

Não estou a ver.

Mas há essa possibilidade, apesar dos possíveis danos para a imagem do Sporting?

Não vejo porquê. A Guiné Equatorial pertence à Comunidades dos Países de Língua Portuguesa (CPLP).

Se o tribunal der razão à Doyen, no caso Rojo, o Sporting tem de pagar 12 milhões de euros... está confiante em vencer o processo?

Estamos confiantes de que temos razão, se essa razão nos vai ser dada parcial ou totalmente no tribunal... agimos em consciência, consideramos que nós agimos bem e os outros mal. É um processo complexo que vai ser dirimido.

E se o Sporting não ganhar?

Temos de arranjar os 12 milhões.

Isso não será problema tendo em conta o cumprimento do fair play financeiro?

Seria um problema se ficasse a zero no final deste exercício e ficasse com 12 milhões negativos. Em dezembro tivemos 24 milhões de lucro, se esses 12 milhões fossem contabilizados tínhamos 12 de lucro. Estamos à vontade.

Benfica e FC Porto vão ser testemunhas da Doyen...

Ao que percebi vão dizer que o contrato que nós contestamos é igual aos contratos que têm com a Doyen. Duvido. Terei interesse em ver esses contratos. Temos a convicção de que os dois contratos específicos, Rojo e Labyad, são leoninos. E não são no sentido do Sporting.

Segundo o relatório e contas de 31 de dezembro o valor do plantel do Sporting é de 25 milhões de euros. O do Benfica é de 94,4 milhões e do FC Porto é de 85 milhões. Há uma disparidade porque muitos atletas do Sporting são da formação. Para voltar a ganhar, o Sporting precisa que os outros grandes sigam a política de contenção de custos?

Isso tem prejudicado o Sporting porque os investidores olham e veem a disparidade do valor dos plantéis. A redução de custos [nos outros dois clubes] é uma inevitabilidade, não tenho dúvidas. Na Europa, vamos ter 20/30 clubes e todos os outros vão ter de se ajustar à realidade. Não há em Portugal uma estrutura de receitas para ter um plantel como o do FC Porto.

E um plantel como o do Benfica?

Há a perceção de que com os atletas que estão em final de contrato o Benfica só renova por metade ou menos.

Já disse que o Sporting não precisa de vender jogadores. Que fontes de financiamento alternativas o Sporting tem para manter todos os seus elementos mais importantes?

Temos uma estrutura de receitas para ter um clube arrumado, sempre que vem uma venda temos de a dividir entre pagar dívida à banca e fazer algum investimento adicional. Uma coisa que sempre me fez impressão; os jogadores não são para andarem a ser vendidos. O objetivo é potenciar receitas ganhando títulos. Temos de criar condições para que os jogadores de topo fiquem cá e ganhem muitos títulos.

O orçamento para 2015-2016 vai ser de 20 milhões indexado à presença na Liga dos Campeões?

E à camisola.

Se o Sporting vender um jogador por 20 milhões, metade será para amortizar dívida e a outra metade para investir no plantel?

Não é linear. Temos um plano estruturado com os bancos. Não há um rácio 50/50. É verdade que nos valores líquidos de uma venda parte vai para dívida bancária e o restante pode ser reinvestido.

Quanto dinheiro falta para que o pavilhão seja uma realidade?

Nenhum. A missão pavilhão era, ao todo, de 10 milhões de euros. O pavilhão propriamente dito custava 7,2 milhões mais IVA, agora são 7,4 milhões mais IVA. Para o pavilhão, que será inaugurado em março de 2017, o dinheiro existe e está fechado. A verba em falta é para obras de manutenção do Multidesportivo.

O Jogo = O Mentiroso



O jornal "O Jogo" continua a sua saloia campanha contra o Sporting, talvez para tentar "esquecer" a excelente época do clube que lhe paga a existência.


Desta vez o visado é Adrien Silva, um dos tais jogadores que Bruno de Carvalho disse em recente aparição que é um dos que merece um esforço do clube para o manter tendo em conta o rendimento e liderança.


"O Jogo" podería mudar de nome, quem sabe para "O Mentiroso" ou "O Intruja"

segunda-feira, 18 de maio de 2015

(hóquei) Juventude de Viana-3 Sporting-3 "Quinto lugar em época de afirmação"

Ricardo Figueira e João Pinto foram os marcadores dos golos

O Sporting foi empatar a casa do Juventude de Viana a três bolas na última jornada do campeonato, conquistando assim o 5º lugar, dando presença na Taça CERS, competição que tem o Sporting como vencedor.

Os golos de Ricardo Figueira (2)  e João Pinto coloriram o marcador para as nossas cores.

Classificação final: 
1º benfica (76 pts) 
2º porto (66 pts)  
3º Oliveirense (52 pts) 
4º Valongo (50 pts)  
5º SPORTING (49 pts)
6º Barcelos (46 pts)

domingo, 17 de maio de 2015

Sporting-4 Braga-1 "que daqui a 15 dias a vitória se repita!"

O Sporting recebeu esta tarde em Alvalade o Sp. Braga e venceu por 4-1 (1-1 ao intervalo) com um bis de Adrien Silva e os restantes golos a serem marcados por Tobias Figueiredo e Slimani.

A primeira parte foi jogada a um ritmo lento embora o Sporting estivesse sempre no comando do jogo.
O Braga chegou ao golo (13m) através de uma grande penalidade cometida(?) por Tobias Figueiredo, num dos poucos lances de jogada envolvente na áera leonina.
Os leões encetaram uma resposta pronta com remates perigosos, sendo a bola á trave de Fredy Montero o mais perigoso e artistico (dava um golão).

Aos 45m Carrillo sofre um puxão na área e Carlos Xitra aponta novamente para a marca de penalty, convertido por Adrien Silva, resultado com que se chegou ao intervalo.

A segunda parte foi completamente diferente com o Sporting a exibir-se a grande altura e as jogadas de perigo íam aparecendo com bastante facilidade, resultado de um futebol envolvente e prático dos leões.
Tobias Figueiredo aos 52 minutos rematou com potência dentro da área para o 2-1, redimindo-se de certa forma do penalty cometido por si na primeira parte.
O resultado aumentou aos 74 minutos num grande golo de Adrien Silva que com um remate de fora da área bisou e para fechar em beleza, Slimani que tinha entrado durante a segunda etapa fez á boca da baliza o 4-1 aos 90 minutos.

Boa exibição no global frente ao opositor da final da Taça de Portugal, mas atenção, não poderá este resultado fazer com que se pense que a vitória na final está garantida.
Provámos hoje mais uma vez que temos melhor equipa que o Braga, mas é preciso encarar o jogo de dia 31 de Maio com muita seriedade e ambição, se assim for, a vitória na taça ficará bem mais perto.

Sporting B-1 Maritimo B-1

O Sporting B empatou com a equipa B do Maritimo a uma bola.
Diego Rúbio marcou aos 32 minutos e os madeirenses empataram aos 90 minutos de grande panalidade.

Iniciados campeões nacionais ao bater o benfica no Seixal por 1-2

Os iniciados do Sporting sagraram-se campeões, este domingo, ao vencerem na deslocação ao terreno do benfica, por 2-1.

O golo que valeu a vitória surgiu mesmo nos instantes finais e o marcador foi Tiago Rodrigues.

Rodrigo Vaza tinha inaugurado o marcador para os leões e Tiago Dantas empatado para o Benfica.

Este resultado permitiu ao Sporting conquistar a título de campeão nacional de iniciados, precisamente no ano em que muita gente disse que a formação leonina estava em decadência.

Todos vimos a conferência, menos o Record

                                            O Jogo                                A Bola                     Record

A conferência de imprensa de ontem foi vista por todos (ou por quem quis ver), a mensagem de Bruno de Carvalho foi que acima de tudo a situação no Sporting era como a de qualquer clube nesta fase da época, que estava com  Marco Silva e que tinha havido muita sacanice (da parte da imprensa) durante esta época inteira, com a criação de constantes casos.

revelou também que na altura certa, vai explicar aos sócios e adeptos, de onde partem as "fontes" dos jornais e que a equipa é profissional, portanto toda a instabilidade que queiram criar, essa instabilidade não os afecta de forma alguma, e aconselhou os adeptos a filtrarem as notícias que vão saíndo e por consequência, lhes darem a impotância que elas merecem.

Os três jornais também a viram, mas houve um deles que viu mais além, ou então como vem sendo hábito, deturpa tudo o que é dito...começo a pensar que por lá deve haver alguns jornaleiros que sofrem de atraso mental.

(andebol) Sporting-23 porto-22

O Sporting venceu o porto no terceiro jogo da final do «play-off», por 23-22.

Os dragões até começaram melhor, mas os leões já chegariam ao intervalo a vencer por 14-12.

Na segunda parte, o Sporting soube sempre impedir a reação portista, que o melhor que conseguiu foi reduzir para a margem mínima, falhando assim a primeira oportunidade de garantir já o título nacional.

As duas equipas voltam a encontrar-se na próxima quarta-feira, novamente em Odivelas.

(Futsal) Sporting-4 Módicus-1 "apurados para as meias finais"

Diogo fez o golaço da tarde

O Sporting ao bater esta tarde em Odivelas o Módicus por 4-1 (1-1 ao intervalo) apurou-se já para as meias-finais do campeonato nacional de futsal.
Os golos de Caio Japa, Marcelinho (2) e Diogo selaram uma exibição segura, embora com várias oportunidades falhadas, resultantes de uma pressão ao portador da bola que fazia com que os leões a recuperassem e apanhassem o adversário várias vezes em contrapé.

sexta-feira, 15 de maio de 2015

Muito mais do que uma Taça


 
No dia 31 de Maio entramos em campo com o objectivo de conquistar a 16.ª Taça de Portugal do nosso historial, o que nos permite igualar o Porto no número de troféus conquistados nesta competição e quebrar um jejum de títulos que já dura desde 2008.

Estamos a falar da segunda mais importante competição em Portugal, a qual todos gostam de conquistar e que tem uma já longa tradição no nosso futebol, remontando a primeira edição ao longínquo ano de 1938.

Tudo isto, por si só, já seriam motivos mais do que suficientes para esta Taça ser muito importante e merecer toda a nossa atenção e empenho.

Mas eu digo que a conquista deste troféu tem muita mais importância do que aquela que à primeira vista pode parecer!

O Sporting está numa fase importante e decisiva da sua centenária história e vem de um período negro de quase 20 anos em que o clube foi delapidado, desmantelado e destruído por um conjunto de “gestores” que, pese embora afirmarem serem Sportinguistas, pouco tinham de amor ao clube… pelo contrário, as medidas e acções que tomaram, vieram a revelar-se desastrosas e levaram o clube a uma situação de pré-falência financeira e de divórcio com os sócios e adeptos.

À dois anos atrás, graças à coragem e audácia de uma nova Direcção eleita pelos sócios e liderada por Bruno de Carvalho, o Sporting inverteu o seu rumo e foram finalmente tomadas as medidas duras e firmes que era necessário tomar, sob risco de ver o nosso clube desaparecer em pouco tempo.

Certamente que não concordo com tudo aquilo que foi feito e nem eu esperava que alguém conseguisse fazer tanto em tão pouco tempo sem cometer alguns erros… isso faz parte da vida e apenas quero que a Direcção tenha a capacidade de continuar a tomar as decisões que tem que tomar e ter a humildade de corrigir aquilo que entretanto for mal feito.

Mas todo este trabalho de recuperação de um clube que muitos julgavam perdido faz confusão a muita gente e afronta poderes instalados e um grupo de pessoas que julgavam ter o futebol português controlado e orientado para uma lógica de partilha de poder entre dois polos… um a Norte e um a Sul.
 
Nesta equação, o Sporting não tinha lugar. E certamente que essas pessoas tudo farão para que assim continue a ser.


A Direcção do Sporting (e Bruno de Carvalho em particular) assumiu que a recuperação económico-financeira e a credibilização do Clube enquanto instituição que tem um papel de destaque e de liderança no futebol nacional seria feita não de forma discreta, mas sim afrontando os poderes instalados.

Tudo isto criou um conjunto de “anti-corpos” tão grandes que chegamos a um ponto em que temos toda a imprensa desportiva em Portugal “unida” em prol de um objectivo: destruir e descredibilizar aquele que os afrontou, Bruno de Carvalho e, por consequência, o Sporting Clube de Portugal!

Assisto, com muita pena minha, a alguns Sportinguistas, pessoas que amam este clube tanto como eu, a entrarem nesta onda de invenções jornalísticas e a acreditarem nas mais ridículas capas e notícias que os jornais vão fazendo diariamente… será que não entendem que isto tudo está orquestrado com um propósito?

Basta ver a campanha doentia que tem sido feita ultimamente com o processo de renovação de contrato de jogadores como Carrillo, Cedric ou com as possíveis vendas de jogadores como Slimani ou William. Para já não falar no Marco Silva que, ao que eu sei, já foi inclusivamente despedido em Dezembro e ainda nem sequer o sabe (eu acredito… vi com os meus próprios olhos em vários jornais!).

E é aqui que a conquista da Taça de Portugal assume uma importância fundamental no nosso futuro mais próximo!

Por muito meritório que seja o trabalho desta Direcção, todos os adeptos de futebol querem a mesma coisa: vencer troféus. E se alguns são mais pacientes e conseguem aceitar que estamos numa fase e que existem coisas mais importantes do que isso, outros porém não são muito pacientes e querem que os resultados (leia-se, títulos) apareçam o mais rapidamente possível.

E é neste contexto que eu entendo que terminar a 2.ª época desportiva com a conquista da Taça de Portugal é fundamental para que a Direcção continue a ter o mínimo de tranquilidade para continuar o seu (ainda longo) trabalho.


Não é que esta conquista (por si só) me satisfaça, pois tal como todos os adeptos, também eu quero vencer. Mas tenho a clara consciência de que não vamos passar de uma situação de “pré-falência” a “lideres do futebol nacional” de um dia para o outro… o caminho ainda é longo! Mas se não o fizermos, preparem-se para muitas mais desilusões.

E não duvidem de uma coisa: serão muitos os que no dia 31 irão torcer pela nossa derrota! Mais do que nunca, eles querem que este projecto de recuperação do Clube seja mal sucedido e, para isso, nada melhor do que continuar sem vencer títulos.

Os Sportinguistas têm que pensar bem no Clube que querem para o futuro e pensar que, mais do que gostar ou não gostar do Presidente, simpatizar ou não com o Marco Silva ou com o jogador A ou B, a união de todos em torno desta conquista da Taça de Portugal é fundamental!

Comigo podem contar! E contigo?

quinta-feira, 14 de maio de 2015

Patrocínio na camisola

                                        Assinatura do acordo para abertura duma academia na Guiné Equatorial 


Diz o jornal correio da manhã no seu diário de hoje, que o Sporting vai ter nas suas camisolas o patrocínio da Guiné Equatorial, claro está como estamos a falar da imprensa Portuguesa não deu para escrever isto sem um toque de ironia dizendo que o Sporting se rendia à Guiné equatorial, nós não nos rendemos a nada, primeiro não sabemos se esta noticia é verdadeira e não será até que o Sporting a comunique e depois é um patrocínio que também não é novidade no futebol mundial, o Atlético de Madrid  já teve um país a patrocina-lo e o Sevilha também o tem, partindo do principio que isto é verdade, trata-se de um negocio legitimo entre um país que ainda há pouco tempo foi legitimado pelo estado Português com a entrada na CPLP.


Como nota final e para verem como a nossa imprensa trata o Sporting vejam a diferença do titulo de uma noticia que associa a Guiné e o Benfica e a Guiné e o Sporting

Guiné Equatorial quer associar-se à marca Benfica
14 fevereiro 2015 DN

Sporting rende-se à Guiné Equatorial
14 Maio 2015 CM

(Andebol) porto-29 Sporting-20 (2º jogo da final)

O porto voltou, esta quarta-feira, a derrotar o Sporting, desta feita por 29-20, na segunda partida da final do campeonato de Andebol 1.
No próximo sábado há de novo confronto entre as duas equipas, mas agora no Pavilhão Multiusos de Odivelas, casa emprestada do Sporting.

memória turva... ou selectiva?


Abril de 2012

No âmbito do processo do caso Cardinal e no qual o então vice presidente Paulo Pereira Cristóvão é constituído arguido, vem a público que, entre outras "habilidades", existia um sistema de escutas e vigilància aos jogadores do plantel de futebol.

O então Presidente do Sporting, Godinho Lopes, afirma desconhecer por completo esta situação e a opinião generalizada é de que ele seria mais uma vitima do ex Inspector da PJ, que teria montado uma complexa teia de esquemas de "legalidade duvidosa" e que culminou na armadilha montada ao árbitro José Cardinal.

Maio de 2015

O caso Cardinal chega a julgamento e, nas declarações prestada em tribunal esta semana acerca da vigilância aos jogadores, Godinho Lopes afirma o seguinte:

"Não me lembro de quem foi a ideia. Se foi minha, do Luis Duque ou do Pereira Cristovão. Entendemos contrair estes serviços dado o número de jogadores jovens e estrangeiros que contratamos em 2011. Sentimos que era preciso enquadrá-los e ajudá-los. Desses serviços faziam parte vigilância a jogadores durante a noite para que não se deitassem tarde nem se metessem em bebidas..."

Tirando o promenor desta vigilância custar a módica quantia de 8.000€ / mês, deixo uma pergunta:

Sou só eu a reparar que a memória do Eng° Godinho anda um bocadinho turva? Ou será que sofre do sindroma de memória selectiva?

Enfim....godinhices!

Entrevista de Bruno de Carvalho à Sporting TV


Aqui fica um resumo dos temas abordados pelo Presidente do Sporting Clube de Portugal na entrevista de 12/05/2015 à Sporting TV.

Importa deixar da forma mais clara e objectiva possível tudo aquilo que foi dito pelo Presidente Bruno de Carvalho porque, infelizmente, o que mais encontramos na nossa imprensa é uma clara deturpação dos factos, numa tentativa de apresentar as notícias da forma que mais lhes convém!


Empréstimo Obrigacionista

Foi aprovado no âmbito do plano de reestruturação por isso previamente aprovado pelos sócios. De todas as operações similares feitas pelo Clube, é a que tem a taxa mais baixa (6,25%), mas ainda assim suficientemente atractiva para despertar o interesse do mercado.

Fair Play Financeiro

Fruto dos elevados prejuízos que tivemos nos últimos anos (só nos 2 anos anteriores a este mandato, foram cerca de 100 milhões de Euros), era expectável que a UEFA nos viesse a aplicar sanções. Ainda assim, graças à reestruturação efectuada e as decisões entretanto tomadas, as consequências foram bastante reduzidas e até suspensas. Foi o reconhecimento de um esforço de recuperação financeira desta Direcção que a própria UEFA já classificou como sendo um exemplo a seguir.

Auditoria de Gestão aos mandatos anteriores

Por muito que a Direcção queira primar por manter os prazos inicialmente definidos, o rigor e a qualidade do trabalho são mais importantes que o cumprimento de prazos. E importa referir que estamos perante um processo complexo, moroso, onde em alguns casos os documentes nem sequer existem, têm que ser solicitados a entidades externas ou até quando são encontrados escondidos (e em avançado estado de decomposição) em arrecadações num qualquer recanto de Alvalade.

Adjudicação à Somague da construção do Pavilhão João Rocha

No âmbito de um concurso com regras claramente definidas, a Somague concorre (de livre vontade, diga-se) com um preço global por si apresentado e numa base de" projecto chave na mão”. Em Janeiro é escolhida para a execução do Pavilhão, sendo a primeira pedra lançada em Março. Em Abril, a Somague vem contestar aquilo que aceitou em concurso e pretender mudar regras básicas e inclusivé com acréscimo de custos. Não vale a pena tentarem querer mudar regras a meio do jogo, a direcção não pactua com "ventos de norte".

Modalidades

Pretende-se que exista sempre uma exigência máxima e a ambicão de querer lutar pelo primeiro lugar. O Pavilhão vai ser fundamental para podermos dar às modalidades uma casa que infelizmente outros acharam que não era precisa.

Equipa de futebol para a próxima época

Apenas numa semana, foram falados na imprensa mais de 27 jogadores para entrar no Sporting. Por outro lado, todos os processos de negociação para renovação de contratos foram classificados pela imprensa como condenados ao fracasso. Não só não acertaram em nenhuma das possíveis contratações, como o Sporting não quer e não precisa de vender nenhum jogador.

Orçamento para próxima época

Não está ainda definido, e sobretudo por 2 factores: o facto de podermos não passar a pré-eliminatória de acesso à fase de grupos da Liga dos Campeões e por não estar ainda escolhido o patrocinador principal da camisola. Estes dois aspectos serão determinantes para saber qual o orçamento disponível para a próxima época.

Bilhetes para a final da Taça no Jamor

As regras de distribuição dos bilhetes pelas diferentes entidades definiu que o Sporting apenas tinha acesso a 30% da lotação do estádio (a proposta do Sporting era de 40%). Foram definidas regras claras para venda dos bilhetes e, depois de retirados os bilhetes para núcleos, grupos organizados (claques legalizadas) e patrocinadores, ficaram 9.284 ingressos para venda nas bilheteiras, contra os 5.246 bilhetes da última ida à final em 2012.

Assistências em Alvalade

Ficou o lamento por apenas terem estado 19.000 pessoas num jogo tão decisivo como foi a 2.ª mão de acesso à final da Taça de Portugal, disputada contra o Nacional.

Jamor em Alvalade

É uma iniciativa para tentar responder de alguma forma à elevada procura de bilhetes para a Final. Mas abrir a porta do estádio tem custos de manutenção e por isso têm que existir regras e uma compensação financeira que, neste caso, ficou decidido que seria canalizada para a Missão Pavilhão. O objectivo é tentar angariar rapidamente os cerca de 500 mil Euros que ainda faltam para angariar a totalidade da verba necessária para a construção do Pavilhão.

quarta-feira, 13 de maio de 2015

A tal "formação" leonina que estava ferida de morte, está na luta pelos titulos de juniores e iniciados

Vão ter de comprar pneus de chuva...

http://www.rtp.pt/noticias/index.php?article=687428&tm=8&layout=122&visual=61

http://www.dn.pt/inicio/economia/interior.aspx?content_id=1494676

http://destramar.blogspot.pt/2008/07/derrapagem-da-ponte-europa.html

http://www.jn.pt/PaginaInicial/Economia/Interior.aspx?content_id=1423565

http://www.destak.pt/artigo/24687

Estes links acima mencionados, revelam algumas "derrapagens" em obras em que a Somague é interveniente, podería estender mais um pouco o rol de notícias, mas não vale a pena maçar-vos com isso, aliás, estaría apenas a divulgar coisas que todos sabemos.

O que acho curioso é que os senhores dessa construtora se achem lesados com a decisão do Sporting em afastá-los da construção do Pavilhão João Rocha, depois de terem avisado que íam "derrapar" em mais cerca de 600 mil euros.

Como é sabido foi feito um concurso público para a construção do Pavilhão, onde não se podería passar os 10 milhões de euros com "chave na mão", ou seja, a obra era edificada e a chave era entregue ao Sporting, a bem dizer...abriam-se as portas, ligavam-se as luzes e "siga para jogo".

Nada mais claro que isto!

As propostas dos vários candidatos chegaram e a Somague venceu com a proposta mais atractiva, até aqui nada de mais natural.
Passadas umas semanas, a empresa construtora vem pedir mais cerca de 600 mil euros ao Sporting para construir o imóvel???

Meus caros amigos Somagueiros...esse Sporting de barões chupistas já MORREU!

Agora em tribunal serão vocês que lógicamente terão de indemnizar o Sporting por terem prometido (leia-se, contratado) e não terem cumprido, e além disso a obra com as novas burocracias vai atrasar cerca de 3 meses.

Se para todos nós essa é uma má notícia, por termos de esperar mais três meses pela "casa das modalidades", para a Somague as coisas não serão mais agradáveis e ainda poderá ter a honra de ter o seu nome no mural do futuro pavilhão (que será contruído pela empresa Ferreira Build Power), pois certamente irá "comparticipar" na verba que ainda falta para se atingirem os 10 milhões do custo da obra.

É também por causa destas "normais" derrapagens nas obras públicas, que Portugal está na ruína...não queiram é o "novo Sporting" metido nesse lamaçal!

terça-feira, 12 de maio de 2015

Gabriel Pajé é reforço para a equipa B

O brasileiro Gabriel Pajé, de 17 anos, é reforço do Sporting e já está a treinar-se em Alcochete, dividindo os trabalhos entre os juniores e a equipa B.

Pajé foi formado no São Paulo e, com apenas 15 anos, foi chamado por Ney Franco para se treinar com a equipa principal. Estava desde 2014 no Santos.

domingo, 10 de maio de 2015

Estoril-1 Sporting-1 "exibição frouxa só podia dar empate"

Ewerton apontou o tento leonino

Sporting foi empatar ao Estoril a um golo no Estádio António Coimbra da Mota, em jogo da 32.ª jornada da Primeira Liga num encontro tipico de final de época.

Os leões que realizaram uma primeira perte mediocre, entraram mal no encontro e acabaram por sofrer o golo numa transição rápida concluída por Sebá. Com a desvantagem ao intervalo, o Sporting mostrou na segunda parte uma outra atitude que acabaria por ser coroada com o golo de Ewerton aos 55 minutos.

Tanaka entrou para o lugar de João Mário e o Sporting passaria a jogar com dois avançados na frente. Com os dois avançados o Sporting construíu mais lances de perigo e Montero num remate á entrada da área obrigou o guardião da equipa da linha a executar em grande defesa, pois depois foi o japonês que teve uma oportunidade fantástica para colocar o Sporting na frente do marcador, mas novamente Kieszek fez uma excelente defesa quando já todos gritavam golo, mantendo o empate que perdurou até final.

(Futsal) Módicus-3 Sporting-4 "começar bem!"

Marcelinho esteve em evidencia com dois golos

O Sporting foi a Sandim jogar com a formação do Módicus em jogo a contar para os quartos de final do play-off do campeonato nacional de futsal e venceu por 3-4.
Os verde-brancos entraram da melhor forma e aos dois minutos adiantarem-se no marcador, com um golo de Pedro Cary.
Pouco depois foi Marcelinho a aumentar o score e a oito minutos do final da primeira parte o Módicus reduziu para 1-2, resultado que se registava ao intervalo.

Na segunda parte o Sporting volltou a entrar melhor e Marcelinho bisou para o 3-1 logo no primeiro minuto.
No mesmo minuto que os homens de Sandim reduziram a diferença (2-3), Alex voltou a dar dois golos de vantegem ao Sporting (2-4). 
Os últimos minutos foram de grande suspense devido á expulsão de João Matos (acumulação de cartões amarelos), e porque Ricardo Ferreira fez o 3-4, resultado que se manteve até final.

benfica B-0 Sporting B-0

sábado, 9 de maio de 2015

Os verdadeiros rostos do incumprimento das regras do fair-play financeiro imposto pela UEFA.

Para que nunca nos esqueçamos da cara destes "artistas" que foram 
os causadores pela delapidação de património e das consequentes dificuldades 
financeiras, pelas quais o nosso clube quase chegou ao fim.

(ANDEBOL) porto-36 SPORTING-33 (1º jogo)

(Hoquei) Sporting 3-2 Sanjoanense


Antes do jogo fizemos a homenagem aos campeões da taça cers e a dois vencedores da taça das taças.
O Sporting nos primeiros minutos parece que ainda estava em festa à chegada ao aeroporto mas depois entrou o Nico e a equipa começou a chegar com mais perigo à baliza da Sanjoanense, foi com naturalidade que chegamos a uma vantagem confortável de três golos com dois golos do Nico um deles muito bom e outro do Moreira, sofremos depois dois golos perto do fim mas mesmo assim sentia-se que a equipa iria vencer já que nunca perdeu o controlo do jogo.
No final mais uma grande festa entre equipa e adeptos, esta é uma equipa à Sporting.

video

Comunicado sobre a construção do pavilhão João Rocha

Cumprindo os necessários critérios de rigor, transparência e exigência escrupulosa sobre os cumprimentos das regras estabelecidas no concurso de concessão e construção do novo Pavilhão João Rocha e demais trabalhos do Plano de Pormenor Alvalade XXI e face à necessidade de um célere procedimento sobre o mesmo, a Direção do Sporting Clube de Portugal esclarece:

1 – A Direção do SCP tomou conhecimento através da FICOPE, Lda empresa coordenadora geral do processo de concessão e construção do Pavilhão João Rocha e demais trabalhos do Plano de Pormenor Alvalade XXI de que a SOMAGUE depois de a 8 de Janeiro de 2015 ter fechado o valor da obra em 7.200.000,00€, e após a 27 de Março de 2015 ter sido feito o lançamento oficial da primeira pedra da construção do Pavilhão, veio de forma surpreendente informar, a 2 de Abril de 2015, por email e reunião, que pretendia acrescentar valores adicionais ao valor fechado, alterar as condições contratuais estabelecidas e informar que “não estavam reunidas as condições para a assinatura do contrato nos termos inicialmente negociados e subjacentes ao concurso efetuado”.

Tais alterações pretendidas pela SOMAGUE que violavam gravemente as condições do Programa de Concurso e de Cadernos de Encargos importariam um novo valor para a obra de 7.818.900€+IVA, num acréscimo de 618.900€+IVA que admitiam poder ainda ser aumentado.

2 - Perante estes factos totalmente inaceitáveis e violadores dos princípios do programa-base do concurso, foi acordado entre a FICOPE e a Direção do Sporting a promoção de uma reunião no Estádio José Alvalade, no dia 6 de Abril de 2015 que contou com as presenças do Presidente do Sporting, Bruno de Carvalho, do vice- presidente, Comandante Vicente Moura, do Presidente da SOMAGUE, Engenheiro Rui Ferreira Vieira de Sá, do Diretor Comercial da SOMAGUE, Carlos Carvalho e da equipa responsável da FICOPE.

No decurso da reunião foi garantido por parte do presidente da SOMAGUE de que todas as questões estavam ultrapassadas, o que seria formalizado no dia seguinte, após uma reunião interna da empresa.

3 - Lamentavelmente e ao contrário do compromisso expressamente assumido pelo presidente da SOMAGUE, no dia seguinte, 7 de Abril, e posteriormente reafirmado a 15 de Abril, a Somague via email volta a referir que haverá custos adicionais e que não estão reunidas as condições para a assinatura dos termos do contrato, voltando a propor a alteração das condições de contratação estabelecidas no Concurso o que levaria a que este deixa-se de ser uma empreitada por preço global – “chave na mão” – para passar a ser constituído por uma empreitada de estrutura numa primeira fase e por uma empreitada de acabamentos e instalações a levar a efeito após a conclusão dos projetos de execução, solução esta que conduziria a uma incógnita de preço final fixo – “chave na mão”.

4 – Perante estes factos, de imediato a Direção do Sporting Clube de Portugal solicitou um parecer à FICOPE com uma análise exaustiva e pormenorizada sobre todo o processo e respetiva proposta de decisão.

5 – O parecer foi recebido a 30 de Abril (em anexo ao presente comunicado). A 4 de Maio a Direção do Sporting Clube de Portugal em reunião extraordinária decidiu por unanimidade:

. a) Dar provimento imediato ao parecer da FICOPE, adoptando a indicação de suspender o processo com a SOMAGUE por não estarem de todo reunidas as necessárias condições de confiança face ao expressamente estabelecido no Programa de Concurso, e dando expressas indicações para uma célere decisão sobre o tema, de acordo com os termos procedimentais do concurso referenciado. ?

. b) Solicitar ao departamento jurídico do SCP que recolha a factualidade julgada conveniente no sentido de acionar judicialmente a Somague Engenharia SA pelos danos resultantes da sua conduta em sede de responsabilidade pré- contratual, atento o seu comportamento após a cerimónia de lançamento da primeira pedra e antes ainda da assinatura do contrato ao surgir com inusitadas exigências de última hora desvirtuando o acordado, implicando atrasos e obrigando a novas diligências com os necessários custos para o SCP dos quais entende este ser devidamente ressarcido. ?

6 – No dia 7 de Maio de 2015, a FICOPE dando cumprimento ao expresso na alínea a) do ponto 5 do presente comunicado com vista a “uma célere decisão sobre o tema de acordo com os termos procedimentais do concurso referenciado”, enviou parecer (anexo também ao presente comunicado) onde informa que:

. a) A FICOPE retomou “negociações com a empresa Ferreira Build Power, que se tinha posicionado em segundo lugar no concurso de concepção e construção da obra supracitada”. ?

. b) Esta empresa manifestou-se “totalmente aberta a aceitar as condições contratuais e as condições do programa de concurso que estabelecem a realização de uma empreitada por preço global – “chave na mão”. ?

c) Os trabalhos excluídos e/ou reivindicados pela SOMAGUE numa fase pré contratual e em violação da proposta previamente apresentada pela mesma empresa se encontram incluídos na proposta da Ferreira Build Power.

d) A proposta da Ferreira Build Power inclui ainda, nestas segundas negociações “um conjunto de trabalhos não constantes no concurso inicial nem na proposta da Somague” que se consideram “importantes mais-valias para o projeto desportivo, a saber:

- campo de jogos de 7 (URB1) em substituição de campo de jogos de 5;?-execução de balneários exteriores com uma área aproximadamente de 200m2, afectos a este campo de jogos;

-execução de muros de suporte em conformidade com estes balneários;?-fornecimento e montagem de tabelas electromecânicas rebatíveis”.

e) Estes trabalhos referidos na alínea anterior mereceram a aprovação da FICOPE e foram cotados pela Ferreira Build Power no montante de 296.962,00€+IVA

f) A Ferreira Build Power comprometeu-se a ter a obra concluída até ao final do ano de 2016, encontrando-se a inauguração do Pavilhão prevista para Março de 2017 (prazos conforme planeamento constante nos anexos).

7 – Tal informação, levou a que de imediato, no mesmo dia 7 de Maio, em reunião extraordinária a Direção do Sporting Clube de Portugal tenha decidido por unanimidade:

a) Dar procedimento à indicação da adjudicação da empreitada ao segundo concorrente Ferreira Build Power sob o valor global de 7.496.000,00€ no regime de preço global chave na mão e incluindo todas as alterações propostas ao projeto que constituem uma clara mais valia;

8 – No dia 8 de Maio de 2015, foi assinado o contrato com a empresa Ferreira Build Power no Estádio José Alvalade tendo ficado estabelecida a apresentação pública do projeto aos Sócios do Sporting Clube de Portugal na Assembleia Geral do dia 28 de Junho de 2015.
Lisboa, 9 de Maio de 2015

Até nestas coisas se vê a pequenez do futebol português (chamem a policia!)

Depois de longas horas á espera para adquirir os ingressos para a final da taça de Portugal, eis que chegam as oito horas da manhã onde vai começar a venda dos ditos via site da FPF.
FPF tem direito a 9250 bilhetes, que correspondem a 25% da lotação do estádio Nacional.
Depois de uma longa espera começa a venda online e os os bilhetes esgotam-se ao fim dos primeiros 200 compradores.
Cada inscrito no site da federação podia comprar 4 bilhetes, o que dá 800 bilhetes vendidos, onde páram os restantes 8450?

Neste momento já apareceram "os candongueiros" no OLX a venderem bilhetes a 10x mais que o preço real, isto é caso de policia, ainda para mais quando houve anúncios de dia 8 de Maio, ou seja ainda os bilhetes não tinham sido postos á venda já se encontravam disponíveis no OLX.

Uma vergonha...mais uma!

quinta-feira, 7 de maio de 2015

As contas dos bilhetes da Taça

PRIMEIROS 4 DIAS DE VENDA (BILHETE GARANTIDO): 

09 MAIO | Sócios com Gamebox 2014/2015 (e 12 anos de Gamebox Sócio) | Universo: 5.911 Sócios


10 MAIO | Sócios com Gamebox 2014/2015 (e 11 anos de Gamebox Sócio) | Universo: 1.246 Sócios 


11 MAIO | Sócios com Gamebox 2014/2015 (e 10 anos de Gamebox Sócio) | Universo: 874 Sócios 


12 MAIO | Sócios com Gamebox 2014/2015 (e 9 anos de Gamebox Sócio) | Universo: 1.194 Sócios

quarta-feira, 6 de maio de 2015

Sporting B-2 Guimarães B-3 "não aproveitar quando o jogo estava de feição dá em derrota"

O Sporting B perdeu esta tarde em Alcochete com o Guimarães B por 2-3.
O início do jogo foi de loucos com os visitantes a marcarem na primeira jogada do encontro e com o leões a responderem aos 3 minutos por Diego Rubio de cabeça e corresponder a um excelente cruzamento de Gelson.
Pouco depois foi a vez de Dramé dar vantagem ao Sporting B numa recarga oportuna dentro da área.
Os leões estavam por cima do jogo e por diversas vezes poderíam ter feito o terceiro golo e praticamente sentenciado a partida mas foi o Guimarães B a chegar á igualdade depois de um adormecimento de Sambinha a deixar o avançado vitoriano sozinho para fazer um chapeu a Luis Ribeiro, e o jogo foi empatado para o intervalo sendo na altura um resultado injusto para os jovens leoninos.
festejos do 2º golo leonino apontado por Dramé

A segunda parte foi completamente diferente, Rubio lesionou-se numa entrada de um adversário a roçar a agressão tendo sido substituído por Matheus, que pouco ou nada trouxe á equipa, assim como Ponde que substituíu Dramé.
Em mais um lace em que a defensiva do Sporting B facilitou, o Guimarães B chegou ao 2-3.
A partir daí, os leões nunca mais se encontraram, tendo o Guimarães ganho todas as bolas disputadas no confronto físico e o Sporting B não tendo conseguido criar um lance digno de golo.

Uma derrota que coloca o Sporting B no 4º lugar, numa jornada em que dos clubes da frente, só o Sporting da Covilhã venceu.

terça-feira, 5 de maio de 2015

Podence, Francisco Geraldes e João Palhinha renovaram

O Sporting anunciou esta terça-feira as renovações de contrato com os jogadores da equipa B Daniel Podence, Francisco Geraldes e João Palhinha, prolongando a ligação dos atletas com o clube até 2021.

O extremo Podence passou a ter uma cláusula de rescisão de 60 milhões de euros, ao passo que os médios Francisco Geraldes e João Palhinha ficaram ambos `protegidos` por uma cláusula de 45 milhões de euros.

Andará Nani a falar demais?

“benfica será um justo campeão” e “…as minhas ambições são outras…”

supostamente estas palavras são proferidas por Nani ao jornal "a Bola", porventura descontextualizadas, como é habitual.
Não li a entrevista, como qualquer Sportinguista que se preze, eu não consumo imprensa tendênciosa, mas penso que o Sporting devería proibir os seus atletas de darem entrevistas a quem só utiliza as palavras dos mesmos para visar de forma negativa o clube, para criar mau estar entre os atletas e os adeptos e para arranjar "novelas" com tudo o que mexa no universo leonino.

É preciso termos cuidado a filtrar este tipo de frases soltas, por vezes com o contexto da conversa a ser  desvirtuado em títulos bombásticos.

Sem me querer alongar muito, dou um exemplo que serve de mote a todas estas notícias...A continuidade de Marco Silva.

-Marco Silva tem mais três anos de contrato com o Sporting
-Jorge Jesus termina o contrato com o benfica
-Lopetegui não está nas boas graças dos portistas depois de uma época em que nada vai ganhar

Digam-me afinal que tem a continuidade em risco?
para a imprensa é Marco Silva, e porquê? É fácil de ver!

domingo, 3 de maio de 2015

Feliz dia da Mãe a todas as leoas


Sporting-2 Nacional-0 "Montero voltou" - (take II)

O Sporting começou a partida com um onze bastante diferente do que é habitual, com um meio campo sem William, Adrien, João Mário, nos seus lugares jogaram Rosell, André Martins e Montero, nas alas apareceram Capel e Mané no lugar de Carrillo e Nani.

Com tantas alterações (lógicas para fazer descansar os habituais titulares) a fluidez de jogo não poderia ser a melhor e a primeira parte foi jogada com pouca intensidade, dando ao Nacional o estilo de jogo que pretendíam chegando o intervalo com um 0-0 resultante das poucas oportunidades de golo geradas pelas equipas.

A segunda parte foi diferente em tudo, mas para isso tiveram de haver alterações; as entradas de Adrien e Carrillo para os lugares dos espanhóis Rosell e Capel, deram um maior poder de circulação de bola e de pressão sobre o meio-campo adversário e as jogadas de perigo foram aparecendo com frequência pois a bola tinha passado a rondar a área madeirense praticamente em todas as jogadas de ataque leoninas.
Quando João Mário entrou para o lugar de Tanaka ainda mais se intensificou o poder de troca de bola dos homens do Sporting.

Foi aí que Avioncito Montero teve a sua aparição (parte II) ao marcar os dois golos da partida;
o primeiro (aos 56 minutos) numa boa jogada pelo lado direito do Sporting que termina com Carrillo a cruzar e Montero, na antecipação ao marcador, a rematar para o fundo da baliza, Gottardi ainda toca na bola, mas não é suficiente para impedir o golo do colombiano e o segundo golo apareceu (aos 93 minutos) no último minuto com Fredy Montero, oportuno a rematar para o fundo da baliza depois do guarda-redes madeirense ter defendido o primeiro remate de Carlos Mané.

Com esta vitória justa o Sporting garantiu o play-off da Champions.

sábado, 2 de maio de 2015

fc porto B-0 Sporting B-1 "vitória incontestável"

Wallyson com grande exibição desbloqueou a partida

O Sporting B foi vencer a Vila Nova de Gaia ao fc porto B por 0-1 com um golo de Wallyson aos 83 minutos de jogo.

Um grande exibição dos jovens leões que pecou por escassa tantas foram as oportunidades desperdiçadas, com Diego Rúbio a ser o principal perdulário da partida.

Desde que João de Deus chegou ao comando técnico da equipa B leonina, as melhorias são evidentes e o Sporting B passou a praticar um futebol rápido e acutilante, com cosntantes trocas de bola, sempre em busca da baliza contrária.

(Futsal - Taça de Portugal) Sporting-1 benfica-2

Hoje é sempre a abrir...

(futsal) SPORTING-benfica ás 10:45 na RTP1
(futebol B) fc porto B-SPORTING B ás 15:00 no porto canal
(futebol) SPORTING-Nacional ás 20:15 na SportTV1